LEMBRANÇAS QUE O TEMPO NÃO APAGA: A Estrada de Ferro Central do Piauí sob a narrativa de ex-ferroviários.

Antonio da Silva Carvalho Filho 

Resumo
Este artigo tem por objetivo analisar as lembranças na memória de ex-trabalhadores ferroviários bem como suas práticas cotidianas de trabalho durante o processo de implantação e manutenção dos trilhos da Estrada de Ferro Central do Piauí, a fim de identificar as principais transformações urbanas na cidade de Campo Maior com a chegada do transporte ferroviário. Desta maneira, para responder a problemática da pesquisa, será utilizada a metodologia da história oral, que abrangeu uma visão até então silenciada sobre o processo de construção da ferrovia; o fazer ferroviário narrado pelos próprios trabalhadores. 
Palavras-chave: Trabalho, Memória, Ferroviários.

Abstract
This work aims to analyze memories in the memory of former railway workers as well as their daily work practices during the process of implementation and maintenance of the rails of the Central Railway of Piauí, in order to identify the main urban transformations in the city of Campo Larger with the arrival of rail. In this way, to answer the research problem, the methodology of oral history will be used, which covered a previously silenced view about the process of construction of the railroad; The railroad narrated by the workers themselves.
Keywords: Work, Memory, Rail.

DOI: https://doi.org/10.5281/zenodo.1175387

Texto completo: pdf